domingo, 6 de maio de 2012

Exercícios sobre a Idade Média. Em breve gabarito comentado.



1. (Fuvest 2012)  A palavra “feudalismo” carrega consigo vários sentidos. Dentre eles, podem-se apontar aqueles ligados a
a) sociedades marcadas por dependências mútuas e assimétricas entre senhores e vassalos.   
b) relações de parentesco determinadas pelo local de nascimento, sobretudo quando urbano.   
c) regimes inteiramente dominados pela fé religiosa, seja ela cristã ou muçulmana.   
d) altas concentrações fundiárias e capitalistas.   
e) formas de economias de subsistência pré-agrícolas.    
  
2. (Unicamp 2012)  A longa presença de povos árabes no norte da África, mesmo antes de Maomé, possibilitou uma interação cultural, um conhecimento das línguas e costumes, o que facilitou posteriormente a expansão do islamismo. Por outro lado, deve-se considerar a superioridade bélica de alguns povos africanos, como os sudaneses, que efetivaram a conversão e a conquista de vários grupos na região da Núbia, promovendo uma expansão do Islã que não se apoia na presença árabe.

(Adaptado de Luiz Arnaut e Ana Mônica Lopes, História da África: uma introdução. Belo Horizonte: Crisálida, 2005, p. 29-30.)

Sobre a presença islâmica na África é correto afirmar que:
a) O princípio religioso do esforço de conversão, a jihad, foi marcado pela violência no norte da África e pela aceitação do islamismo em todo o continente africano.   
b) Os processos de interação cultural entre árabes e africanos, como os propiciados pelas relações comerciais, são anteriores ao surgimento do islamismo.   
c) A expansão do islamismo na África ocorreu pela ação dos árabes, suprimindo as crenças religiosas tradicionais do continente.   
d) O islamismo é a principal religião dos povos africanos e sua expansão ocorreu durante a corrida imperialista do século XIX.   
  
3. (Unicamp 2011) 

No quadro acima, observa-se a organização espacial do trabalho agrícola típica do período medieval. A partir dele, podemos afirmar que
a) os camponeses estão distantes do castelo porque já abandonavam o domínio senhorial, num momento em que práticas de conservação do solo, como a rotação de culturas, e a invenção de novos instrumentos, como o arado, aumentavam a produção agrícola.   
b) os camponeses utilizavam, então, práticas de plantio direto, o que permitia a melhor conservação do solo e a fertilidade das terras que pertenciam a um senhor feudal, como sugere o castelo fortificado que domina a paisagem ao fundo do quadro.   
c) um castelo fortificado domina a paisagem, ao fundo, pois os camponeses trabalhavam no domínio de um senhor; pode-se ver também que utilizavam práticas de rotação de culturas, visando à conservação do solo e à manutenção da fertilidade das terras.   
d) A cena retrata um momento de mudança técnica e social: desenvolviam-se novos instrumentos agrícolas, como o arado, e o uso de práticas de plantio direto, o que levava ao aumento da produção, permitindo que os camponeses abandonassem o domínio senhorial.   
  
4. (Ufpr 2011)  A presença islâmica na Península Ibérica estende-se desde 711, data da Batalha de Guadalete, quando os visigodos são vencidos pelos invasores árabes, até o século XV, quando, em 1492, os reis católicos da Espanha conquistam o reino de Granada, último núcleo muçulmano na Península.

Tal convivência entre as culturas ocidental e árabe num mesmo espaço geográfico, durante cerca de sete séculos, teve como consequência principal:
a) a realização de uma síntese cultural que gera, nos séculos medievais, uma cultura peninsular mais pobre do que em qualquer outra parte da cristandade ocidental.   
b) a interpretação e atualização da cultura clássica na cristandade ocidental através das contribuições dos árabes.   
c) uma simpatia permanente entre cristãos e árabes que limitou o movimento das Cruzadas na Terra Santa.   
d) o atraso da Península Ibérica nas ciências ditas experimentais – medicina, astronomia, matemática, cartografia e geografia.   
e) o desenvolvimento de um estilo artístico nas mesquitas que privilegia as representações de figuras humanas.   
  
5. (Ufrs 2011)  A Idade Média também foi denominada o "tempo das catedrais". Data deste período da História a construção da catedral de Burgos, na Espanha, reproduzida na figura abaixo



O estilo arquitetônico da catedral de Burgos é o
a) renascentista.   
b) românico.   
c) gótico.   
d) barroco.   
e) moderno.   
  
6. (Upe 2011)  O Islamismo – religião pregada por Maomé e seus seguidores – tem hoje mais de 1 bilhão de fiéis espalhados pelo mundo, sendo ainda predominante no Oriente Médio, região onde surgiu. Um dos principais fundamentos da expansão muçulmana é a Guerra Santa. A respeito dos muçulmanos, é correto afirmar que
a) a expansão árabe-muçulmana acabou por islamizar uma série de povos, exclusivamente árabes.   
b) o povo árabe palestino, atuando na revolução armada palestina, rejeita qualquer solução que não a libertação total do Estado de Israel.   
c) em Medina, a religião criada por Maomé, embora tenha crescido rapidamente e tenha criado a Guerra Santa –Gihad – não teve caráter expansionista.   
d) a história do Líbano contemporâneo esteve sempre ligada à busca de um certo equilíbrio entre várias comunidades que compõem o país, especialmente as duas mais importantes: xiitas e cristãos.   
e) a facção dos fundamentalistas islâmicos pertence à corrente xiita, sendo que os mais radicais repudiam os valores do mundo ocidental moderno.   
  
7. (Espm 2006)  "Defronte da porta leste da catedral de Clermont, na França, reunia-se uma multidão. Lá estavam, porque o papa Urbano II comunicou que faria uma grande proclamação de muita importância. Disse aos presentes que seus irmãos da cristandade oriental estavam sofrendo muito nas mãos de uma casta virulenta de infiéis. O sofrimento era tão grande, que eles pediram ajuda ao Ocidente. Até Jerusalém, a sagrada das sagradas, tinha sido profanada pelos pagãos. Não era mais seguro para os seguidores de Cristo visitarem o local onde ele sofreu e morreu pela humanidade. Poderia o mundo cristão observar pacificamente os turcos pagãos rirem por trás das paredes da cidade mais sagrada da cristandade?"
            (W. B. Bartlett, "O Chamado às Armas")

O texto remete diretamente para:
a) A Querela das Investiduras, disputa entre a Igreja Católica Romana e o Sacro Império Romano Germânico.   
b) Chamada feita pelo Papa Urbano II, convocando os cristãos a participarem da Guerra da Reconquista da Península Ibérica.   
c) Convocação pelo Papa Urbano II dos cristãos para organizarem a Primeira Cruzada.   
d) O Cisma do Oriente e a guerra entre católicos romanos e católicos ortodoxos.   
e) A tomada de Constantinopla pelos turcos otomanos, ação que afetou os interesses cristãos no Mediterrâneo.   

TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO:
Cada Questão consiste em 5 (cinco) alternativas, das quais algumas são verdadeiras e outras, falsas, podendo ocorrer que todas as alternativas sejam verdadeiras ou que todas sejam falsas. Assinale-as.


8. (Ufal 2006)  Considere a ilustração.



A iconografia revela aspectos marcantes de um determinado contexto histórico. Com base no conhecimento histórico, pode-se afirmar que a ilustração está relacionada a uma:
a) (     ) Sociedade estamental fundada no poder político dos senhores e na submissão servil.
b) (     ) Comunidade social baseada em laços de parentesco cujo poder centralizava-se na figura materna.
c) (     ) Sociedade classista com possibilidades de ascensão social garantida pela compra de títulos de nobreza.
d) (     ) Sociedade baseada numa relação entre suseranos e vassalos de cujos laços dependiam a proteção e a segurança de ambos.
e) (     ) Comunidade primitiva na qual o controle do poder era exercido pelos anciãos e por uma assembleia de notáveis.
     
9. (Fgv 2004)  "O sacerdote, tendo-se posto em contato com Clóvis, levou-o pouco a pouco e secretamente a acreditar no verdadeiro Deus, criador do Céu e da Terra, e a renunciar aos ídolos, que não lhe podiam ser de qualquer ajuda, nem a ele nem a ninguém [...] O rei, tendo pois confessado um Deus todo-poderoso na Trindade, foi batizado em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo e ungido do santo Crisma com o sinal-da-cruz. Mais de três mil homens do seu exército foram igualmente batizados [...]."
São Gregório de Tours. A conversão de Clóvis. Historiae Eclesiasticae Francorum. Apud PEDRERO-SÁNCHES, M.G., História da Idade Média. Textos e testemunhas. São Paulo, Ed. Unesp, 2000, p. 44-45.

A respeito dos episódios descritos no texto, é correto afirmar:
a) A conversão de Clóvis ao arianismo permitiu aos francos uma aproximação com os lombardos e a expansão do seu reino em direção ao Norte da Itália.   
b) A conversão de Clóvis, segundo o rito da Igreja Ortodoxa de Constantinopla, significou um reforço político-militar para o Império Romano do Oriente.   
c) Com a conversão de Clóvis, de acordo com a orientação da Igreja de Roma, o reino franco tornou-se o primeiro Estado germânico sob influência papal.   
d) A conversão de Clóvis ao cristianismo levou o reino franco a um prolongado conflito religioso, uma vez que a maioria dos seus integrantes manteve-se fiel ao paganismo.   
e) A conversão de Clóvis ao cristianismo permitiu à dinastia franca merovíngia a anexação da Itália a seus domínios e a submissão do poder pontifício à autoridade monárquica.   
  
10. (Pucpr 2004)  No século VI, o Império Bizantino foi governado pelo seu mais célebre imperador, Justiniano. Conseguiu anexar várias regiões ao seu território, praticou o cesaropapismo, isto é, fazia constantes intervenções nos assuntos religiosos e mandou edificar a suntuosa Igreja de Santa Sofia. Na cultura jurídica, organizou o Corpus Juris Civilis, no qual podemos destacar:

I. Um código, que continha toda a legislação romana revisada desde o Imperador Adriano.
II. O Digesto ou Pandectas, que incluía um sumário da jurisprudência romana.
III. A Recomendação, que teve suas origens no antigo Patronato romano.
IV. As Institutas, que constituíram um resumo para ser utilizado pelos estudiosos de Direito.
V. As Novelas ou Autênticas, que reuniam as novas leis do Imperador.
VI. O Dominus Noster, inspiração nas Monarquias Despóticas e Teocráticas do Oriente.
VII. As Leis Licínia e Ogúlnia, que tratavam de assuntos referentes ao Direito Civil e ao Direito Penal.
a) I, II, IV e V.   
b) I, II, III e VII.   
c) II, III e IV.   
d) II, IV, VI e VII.   
e) I, IV, V e VI.   
  
11. (Pucpr 2003)  "Como instituição, a Universidade possuía simultaneamente uma influência limitadora e libertadora. Como aspecto limitador, ela era o baluarte da fé e da Igreja, o instrumento dos papas, reis, prelados e das ordens religiosas, que dela obtinham um novo estamento clerical formado por especialistas e nas leis civis, tais homens tornaram-se auxiliares valiosos para o ascendente poder da Igreja e das monarquias.
Mas as universidades eram também oásis de liberdade, onde todas as questões cuja discussão estava proibida em outras partes eram debatidas com o que críticos hostis consideram descarado atrevimento. Seria difícil pensar qualquer problema espinhoso relativo a Deus, o mundo, a Igreja, o cristianismo e o dogma que não tenha sido discutido em tais bases nas universidades dos séculos XIII e XIV."
             (Inácio, Inês C. e Luca, Tania Regina de. "O Pensamento Medieval". São Paulo. Ática. 1988).

Analise as afirmações sobre as universidades medievais.

I - A palavra universidade significava inicialmente uma associação ou corporação de ofícios, reunindo professores e estudantes.
II - O ensino nas universidades era ministrado somente em grego por ser uma língua clássica e de acesso a apenas poucos privilegiados.
III - Medicina, Direito, Teologia e Artes eram cursos encontrados nas universidades medievais.
IV - Salerno ficou famosa pelos estudos de Medicina enquanto que Bolonha distinguiu-se nos estudos de Direito.
V - A Igreja Católica não reconheceu o valor das universidades inclusive proibiu suas ordens de nelas lecionarem.

Estão corretas:
a) apenas I, III e IV   
b) apenas I, II e III   
c) apenas I, III e V   
d) I, II, III e V   
e) I, II, III e IV   
  
12. (Ufscar 2003)  Os crimes das bruxas ... superam os pecados de todas as outras pessoas; e vamos declarar que punição merecem, sejam como Hereges, sejam como Apóstatas. (...)
Mas punir as bruxas dessa forma não parece suficiente, porque não são simples Hereges, e sim Apóstatas. Mais do que isso: na sua apostasia, elas negam a Fé por qualquer prazer da carne e por qualquer receio dos homens; mas, independentemente de sua abnegação, chegam a homenagear os demônios, oferecendo-lhes o seu corpo e a sua alma. Fica claro portanto que, não importa o quanto sejam penitentes e que retornem ao caminho da fé, não se lhes pode punir como aos outros Hereges com a prisão perpétua: é preciso que sofram a penalidade extrema.
(Heinrich Kramer e James Sprenger. "Malleus Maleficarum", 1484)

a) Em que contexto histórico se propagaram as ideias do texto?
b) Quem foram as principais vítimas da disseminação dessas ideias e quais foram as consequências que essas pessoas sofreram?
  
13. (Pucpr 1999)  Em plena Idade Média (1139/1140) nasceu Portugal, originário do Condado Portucalense. Enquanto o feudalismo era a marca política da Europa Ocidental, em Portugal mostrava-se frágil: o pequeno reino nascia unificado.
Sobre o tema e evolução posterior, assinale a opção correta:

I - O Condado Portucalense transformou-se em Estado, tendo sua independência proclamada por D. Afonso Henriques.
II - Nos finais do século XIV ocorreu uma crise dinástica: com a morte de D. Fernando extinguiu-se a dinastia de Borgonha.
III - A Revolução de Avis levou ao trono D. João, Mestre de Avis, apoiado pela burguesia de Lisboa e do Porto, além da adesão entusiástica da "arraia miúda".
IV - A dinastia de Avis repeliu a política de expansão marítima, fixando prioridades da agricultura, meio de agradar à alta nobreza lusitana.
V - Devido à política da dinastia de Avis, a expansão marítima somente ocorreria com o advento da dinastia de Bragança.
a) As opções I, II e III estão corretas.   
b) Apenas a opção III está correta.   
c) As opções II, III e IV estão corretas.   
d) As opções III, IV e V estão corretas.   
e) As opções II, IV e V estão corretas.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário